Blog do Anizão


Quarta-feira


Uma Vida, Uma Saudade

Uma vida, uma Saudade

 

Um dia sei que a vida 

Tudo poderá mudar 

Irei por outros caminhos

E poderei te encontrar

Mesmo sem o mesmo encanto

Só a saudade dos plantos

Neste dia irei lembrar. 

*

Sei que não foi a distãncia

Que fez este isolamento 

Matando toda amizade

Deixando-me triste lamento

Talvez não fui entendido

Me fiz de amor bandido

Restando-me o esquecimento.

*

Se tudo foi fantazia 

Sabes bem representar

Machucando um coração

Com sonhos a ludibriar

Com palavras de ternura 

Como se fosse loucura 

Dos que vivem para amar..

*

Segredos do amor... 

//Anizio.Ds

Escrito por //Anizão às 12:32:26 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Terça-feira


Palco da Vida

PALCO DA VIDA

//Anizão

*

A vida é uma peça e foi escrita

Do roteiro de Deus o criador

Do passado e presente ele falou

Numa arte para cosmopolitas,

Para ser apresentada e bem descrita

Cada ato da peça ele criou

E nas nuvens uma frase desenhou

Colorindo com todo seu encanto

Há um palco montado em cada canto

Pra quem sabe na vida ser ator.

*

Entre o céu e a terra o horizonte

É um marco que faz a divisão

Ver de perto ninguém tem condição

É paisagem que fica bem distante

E as nuvens desenham num instante

Um cenário colorido a beija flor

Que um artista a cantar louva o amor

Deus protege os poetas com seu manto

Há um palco montado em cada canto

Pra quem sabe na vida ser ator.

*

Um ator é na vida um grande artista

Tem o dom de saber representar

Toda história da vida ele contar

E na vida é grande alegorista

Da injustiça ele é grande antagonista

Quando alguém lhe maltrata joga flor

Sua vida é pautada num ato de amor

Pela arte demonstra seu encanto

Há um palco montado em cada canto

Pra quem sabe na vida ser ator.

*

De teatro escola tem aos montes

Que ensina ao ator representar

E os pais bota os filhos a estudar

E os filhos forçado todo instante

Se não tem competência, não avante

Pois pra isto precisa muito amor

E nascer com o dom do criador

Se não tem vai chorar cair em planto

Há um palco montado em cada canto

Pra quem sabe na vida ser ator.

 

*/*/*

 

//Anizio , 16/03/2012

Em homenagem a minha musa M.Paz

santospoesias

Escrito por //Anizão às 04:59:31 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Sexta-feira


Coxixola


*/*/*
Coxixola a tua gente...
Amiga e hospitaleira,
Faz esta terra ter brio!
Na região altaneira...
Em qualidade de vida,
Nunca serás desprovida!
Sempre serás a primeira.
*/*
O grande prefeito Nelson!
Preocupa-se para ver,
Os seus munícipes felizes...
Estudando pra crescer!
Saudáveis e inteligente,
Para serem competentes!
Tendo saúde e lazer.
*/*
No passado já foi vila...
Mas hoje tu és cidade!
O teu povo tem cultura,
Saúde tem qualidade...
O seu povo é risonho
Coxixola já foi sonho!
Mas hoje é realidade.
*/*
Coxixola hoje é modelo!
Dando exemplo à região,
O seu prefeito governa,
Tendo a participação...
De toda a comunidade,
Mas tendo a prioridade!
Saúde e educação.
*/*
Quem vai a esta cidade!
De voltar sente vontade,
De rever a sua gente...
Pra fazer mais amizade,
Em ver seu povo contente!
Ser tratada bem decente...
Seja no campo ou cidade.
*/*
Ao ex-prefeito Rivaldo!
Não vamos te esquecer,
Lutou por esta cidade!
Fez o seu povo crescer...
Dando-lhes dignidade,
Mostrou ter capacidade!
Tiro o chapéu pra você.
*/*
A nossa amiga Josélia!
De grande capacidade,
Secretária da saúde,
Idônea e de hombridade!
Que luta por esta gente,
Quer o seu povo urgente!
Com vida de qualidade.
*/*
Ronaldo aqui meu abraço!
Você também faz história...
Rivaldo quando prefeito,
Se não me falha a memória!
Você era o braço forte,
Foi amigo deu suporte!
Em busca desta vitória.
*/*
Aqui fica o meu abraço!
A todos desta cidade...
Do Anízio o companheiro,
Mostrando a realidade...
Quem já foi a lucenópolis,
A um passo de metrópoles!
Mas é a pura verdade.

*/*

Homenagem de todos que fazem a 5ª Gerencia

 Regional de Saúde- Monteiro
*/*
//Anizio

//Santos

//Recanto
Campina Grande, 24/08/2007


Escrito por //Anizão às 04:55:01 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Quinta-feira


Virtude é Liberdade...

Virtude é Liberdade...

 

Toda prisão é castigo

Por algo que mereceu

Ou pagou e não deveu

Pra entender não consigo

Mas é de tempos antigos

Já se tornou maldição

Que maltrata o coração

Que causa perversidade

A virtude é a liberdade,

O pecado é a solidão.

*

//Recanto

//Anizio

Campina Grande, 20/12/2008

Escrito por //Anizão às 02:35:32 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O Sorriso da Saudade.

O Sorriso da Saudade.

Sob o peso da saudade...

Deixo as lágrimas cair!

Triste nem sei mais sorrir,

Em mim só ansiedade...

Que todo meu ser invade!

Nostalgia do passado...

Em mim fica impregnado!

Como enxerto na pele,

Um mal que não se repele!

Neste meu rosto marcado.

 

Lamentando essa ausência...

As lágrimas voltam a rolar!

No silêncio a lamentar,

Do amor sinto a presencia...

Mas sofro com paciência,

Vendo sorrir a saudade...

Fazendo-me essa crueldade!

Levando parte de mim,

Querendo ver o meu fim!

Expondo-me a sua maldade.

 

E no soluço em silêncio,

Faz expulsar minhas lágrimas...

Expandindo minhas mágoas!

Meu coração é um vazio...

Sinto este amor por um fio!

Mas mesmo na ansiedade,

Eu busco a felicidade...

Mas pra aumentar minha dor!

Nas memórias do amor...

Vive sorrindo a saudade.

 

*/*/*/*/

//Anizio

Escrito por //Anizão às 02:28:49 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

No Silêncio da Saudade

No Silêncio da Saudade

*

 

Quem ama sofre calado,

Ausente de seu amor!

Tornando-se um sofredor...

Porque não ver ao seu lado,

Seu coração é magoado!

Pra viver não tem ação...

Seu mundo vira ilusão...

A tristeza a mente invade...

No silêncio da saudade!

Só quem fala é o coração.

*

 

//Recanto

//Anizio

Em 15/04/2008.

 

Escrito por //Anizão às 02:23:53 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Na Paraiba é Assim

Na Paraíba é assim

*

Na Paraíba é assim
Os fatos como acontece
No sertão da Paraíba
Sua fama permanece
Foi numa paixão de Cristo
Pra descrevê-la insisto
Veja Cristo o que padece.

*
Nos confins da Paraíba
Um elenco foi formado
Pelo dono de um circo
Que lá estava instalado
Teve os artistas escolhido
Ficando já definidos
Cada papel ensaiado.
*
Moradores da cidade
Da peça participaram
Para um entrosamento
Muitos dias ensaiaram
Para ser tudo perfeito
Adotaram esse conceito
Pra isso se organizaram.

*
Para o papel principal
Foi um rapaz escolhido
Da cidade era um gatão
Pelas mulheres querido
Famoso por conquistar
Foi logo chifre botar
Do circo o dono escolhido.
*
Sendo o papel de Jesus
O rapaz ia encenar
E o dono circo soube
Que chifre estava a levar
Sabendo do ocorrido
Sentiu-se muito ofendido
Mas não quis atrapalhar.
*
Com o elenco definido
Fez ele a reunião
Decidiu participar
Mas houve contestação
Mas ele a peça montou
Todo mundo lhe aceitou
Pra esta apresentação.
*
Falou o dono do circo
O meu papel nada fala
Só faz a encenação
Vou fazer perfeita e clara
Serei um centurião
Que vou causar emoção
Com um chicote que estala.
*
E chegando o grande dia
Todos lá compareceram
Muitas beatas e devotos
As ruas todas se encheram
Para ver com emoção
Cristo em peregrinação
Quanto no mundo sofreu.
*
No momento mais solene
Foi um silêncio profundo
Todos querendo assistir
O homem que veio ao mundo
Pregar o amor a união
E sofrer grande aflição
Sendo da paz o fecundo.
*
Toda platéia chorosa
Vendo Jesus carregando
Aquela cruz tão pesada
E o povo acompanhando
Foi quando o centurião
Com a chibata na mão
Já ia se preparando.
*
Levou chifre de Jesus
Agora pra se vingar
Com a chibata empunhada
Pra com muita força dar
Fazendo um papel perfeito
Ia fazer do seu jeito
Pra ninguém desconfiar.
*
E chegando o seu momento
Para a sena apresentar
O centurião com força
Deu para as listas ficar
Jesus falou ou sujeito
Batendo assim desse jeito
Você vai me machucar.


O centurião com jeito
Com Jesus dialogou
É pra causar emoção
Assim com Jesus falou
A sena pra ser perfeita
Você só faça careta
Do jeito que se passou.
*
Com mais duas chibatadas
Jesus não mais suportou
O sangue já escorrendo
Sua cruz no chão jogou
Com a peixeira afiada
Vou lhe dar uma facada
Pra você sentir a dor.
*
Jesus correndo gritava
Vou lhe pegar no além
E as betas gritavam
Fura Jesus muito bem
Aqui é a Paraíba
Centurião não castiga
Pois não é Jerusalém.
*
Jesus todo recortado
Por muito tempo correu
O centurião depressa
Na mata se escondeu
Foi quando viu Cristo brabo
Pegando a faca no cabo
Que o centurião correu.
*
E assim foi a história
Do corno centurião
E o Jesus escolhido
Pra esta apresentação
Juntando corno e chifrudo
Na Paraíba tem tudo
Isto não foi ficção.

*
//Anízio, 10/06/2011

Escrito por //Anizão às 02:17:51 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Sábado


Monteiro vive novos tempos

*

Em Monteiro pau de arara

Já faz parte do passado

Agora tem ônibus novos

Todo bem acolchoado

Para o aluno ir sentado

Viajar despreocupado

Rindo do triste passado.

*

Era triste ver chegando

Em um caminhão trepado

Alunos vindos de longe

Em um carro improvisado

Um caminhão cheio de banco

Dando tombo e solavancos

E já chegavam atrasado.

*

A farda chegava suja

Da poeira da estrada

Quem tinha camisa branca

Já chegava amarronzada

Hoje tudo isso mudou

A prefeita ônibus botou

Para o bem dessa moçada.

*

E quando estava chovendo

Bem muito pior ficava

Era lama na estrada

E a goteira molhava

Eram os alunos com frio

Enfrentando um desafio

Essa juventude brava.

*

Quem é da zona rural

Tranqüilo vai à escola

Chega limpo e bem vestido

A roupa não suja agora

Tem os livros organizados

Vem conversando e sentados

E o ônibus chega na hora.

*

Em nome desses alunos

Quero aqui enaltecer

A prefeita Ednancy

Que tudo fez por você

Seja um aluno aplicado

O transporte do passado

Procure logo esquecer.

*

João Henrique o deputado

Por essa classe lutou

Sua voz não se calava

Lá da assembléia bradou

Relutou foi competente

Em lutar por sua gente

Jamais ele se cansou.

 

 

//Anizio, 15/07/2011

Escrito por //Anizão às 08:02:16 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Quinta-feira


As injustiças da vida

A vida é muito injusta

Do jeito que ela termina

Começa tudo novinho

Mas veja como ela finda

Pegado em uma bengala

Tremendo as pernas e a fala

E querendo viver ainda.

*

A vida era muito boa

Vivida toda ao contrário

Começando em um asilo

E terminando num berçário

Mamando os peitos durinhos

De uma mãe com carinho

Em um bonito cenário.

 *

Ser do asilo chutado

Por estar forte e robusto

Estando já homem forte

Seguir outros estatutos

Tendo mulher pra casar

Ter filhos para criar

Vivendo a fase de adulto.

*

Voltava para os estudos

Com gatas pra namorar

Transando sem compromisso

Pois não mais ia casar

Esse tempo já passou

Sua vida regressou

Bem mais novo vai ficar.

**

Assim a vida seria

Bem melhor aproveitada

Vinha logo o sofrimento

Vivendo a vida passada

Findava na mocidade

Zerando a sua idade

Num mar de felicidade.

**

Mas se tudo é diferente

A Deus vamos agradecer

Viver alegre o presente

Para bem melhor viver

Sabendo que na velhice

Vamos fazer babaquice

A espera pra morrer.

 *

//Anízio, 17/04/2011

Campina Grande

 

Escrito por //Anizão às 07:53:48 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Domingo


Lula da Silva

Luiz Inácio Lula da Silva

 

Luiz o Lula da silva

Seu mandato completou

Oito anos no governo

Nosso Brasil governou

Esse nortista astuto

É um líder absoluto

Que o Brasil aprovou.

 

-

Lula em sua trajetória

Três eleições enfrentou

Derrotado por calunia

Mas na quarta vez chegou

Oito anos presistente

Esse homem persistente

Seu potencial mostrou.

 

E completando a jornada

Governando a nossa gente

Para o seu substituto

A mulher se fez presente

Elegeu Dilma Russeff

Com lisura sem ter blefe

Hoje Dilma é presidente.

=

Hoje em sa despedida

Saiu de alma lavada

Não fez tudo prometido

Mas deu uma alavancada

As finanças estão em dia

Não fez tudo que queria

Mas já são metas traçadas.

 

Hoje lula emocionado

Pra Dilma a faixa passou

Pelo povo ovacionado

De pé o povão vibrou

E quebrando o protocolo

Lula nos braços, no colo,

Junto com o povo chorou.

 -

Um filho de Pernambuco

Que veio de pau de arara

Fazer a vida em são Paulo

Só com a roupa na mala

Trabalhou pouco estudou

Não chegou a ser doutor

Mas hoje Lula é o Cara.

 

 

 

O Lula dos Caetéis

Sua missão já cumpriu

Foi grande sindicalista

Nas lutas não desistiu

É orgulho de um povo

Se quiseres, volta de novo

Pra governar o Brasil.

 

 

Campina Grande, 02/01/2011

//Anizio

Escrito por //Anizão às 04:04:23 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Quinta-feira


Os desencontros da vida

=--=

Eu  já fui tudo na vida/

Fui poeta e trovador/

Nas serestas fui cantor/

Tive uma vida florida

Com mulheres preferidas/

Fui bom moço e sedutor/

Dando carinho e amor/

Mas hoje tudo é ao invés/

Já fui tudo que tu és/

Hoje nem sei quem eu sou./

 

A vida dar muitas voltas/

Giro que vai, mas não vem/

Pra trazer quem quero bem/

É isto que dar revolta/

Felicidade não brota/

É tudo fora do passo/

Por isto tudo é fracasso/

Parece até um azar/

Só mágoas pra lamentar/

Quero chorar e não posso./

 

Não grito porque não posso/

Pra chorar não tenho lágrimas/

Já me afoguei nas mágoas/

Nem pra correr tenho passos/

Tudo que fiz, já não faço/

Minha vida é de aflição

Nem mesmo tenho emoção/

Só me resta ansiedade/

No silêncio da saudade/

Só quem fala é o coração./

 

 

Monteiro, 06/06/2008.

 

//Anizio

Escrito por //Anizão às 06:45:32 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Domingo


A arte de pintar é dom de Deus.

/*/*/*/*

A arte revela o passado e o presente

Faz agente senti-se eternizado

São reflexos em nós memorizados

Nos momentos felizes e conscientes

Mas só Deus é quem é onipresente

Não importa onde esteja ele ver

Cabe a nós neste Deus apenas crer

Pelo dom da pintura eu tenho sede

Desenhei seu retrato na parede

E chorei com saudade de você.

*/*/*/*/*

//Anízio

//Santos

//Recanto

Campina Grande, 06/12/2008.

 

 

Escrito por //Anizão às 11:42:44 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Retrato de um Mulherão

 

 

**
Mulherão traz as sacolas

Vindo do supermercado

Onde pesquisa os preços

Faz tudo bem controlado

Para que seu orçamento

Não precise complemento

Fugindo do planejado.

 

**

Mulherão faz maquiagem

Maquia-se e faz dieta

Depila-se e passa creme

Tem o corpo de atleta

Ajeita bem os cabelos

Pelo seu corpo tem zelo

Toda hora estar completa.

 

**

Mulherão leva a escola

Os filhos pra estudar

Busca e leva a natação

Para aprender nadar

Leva os filhos a cama

Dia e noite não reclama

Nem para pra descansar.

/*/*/*

//Anizio

Escrito por //Anizão às 11:40:13 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Retrato de um Mulherão I

 

Mulherão é toda mãe

Que fica a esperar

O filho adolescente

Que saiu foi passear

Espera no pé da porta

Enquanto ele não volta

Fica ela fica a cochilar.

 

**

Mulherão é quem ensina

Em troca de um salário

É quem faz todo serviço

Em casa, e voluntários,

Opera seus pacientes

Mas vive sempre contente

Em todo seu calendário.

 /*/*/*

Mulherão logo cedinho

Cozinha logo o feijão

Colhe uvas e lava roupa

À tarde atrás de um balcão

Faz tudo com gentileza

Para ajudar na despesa

E pagar a prestação.

 

Mulherão cria os filhos

Mesmo dando expediente

Dar oito horas diárias

Mas sempre vive contente

Mesmo na menstruação

Demonstra disposição

É carismática e prudente.

 

**
Mulherão coloca flores

Sua casa é arrumada

Arruma todos os armários

Pra ter a casa arejada

A sala é bem arrumada

Mantém casa pintada

Limpa o piso e a calçada.

 

**

Mulherão sabe de tudo

Onde cada coisa está

Se o filho está com azia

Sabe o remédio que dar

O lugar dos documentos

Ou de qualquer suprimento

Sabe ela onde encontrar.

.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*

 

htt://recantodasletras.uol.com.br/autores/anízio

az-anizio@hotmail.com

20/05/2007.

 

Escrito por //Anizão às 10:52:17 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Menino de Rua

Não pediu pra vim ao mundo!

Sem saber se é bom ou ruim...

Mas nas ruas foi jogado,

Nem saber qual é seu fim...

Não tem lar, não tem comida,

Nas calçadas é a dormida,

Que mal fez pra ser assim.

 

Pelos os pais foi desprezado,

Crime nenhum praticou!

Nunca recebeu carinho...

Ninguém nunca lhe abraçou,

Nunca terá boa vida...

Se ninguém lhe dá guarida!

Será sempre um sofredor.

 

Não sabe o que é escola,

Ninguém nunca lhe falou...

Falar aprendeu nas ruas,

No meio que lhe adotou,

Fruto da sociedade...

Que nessa adversidade!

Houve sempre um divisor.

 

O político é divulgando...

Que dinheiro tem sobrando,

Mentira não é por que!

Muitos deles estão roubando,

A renda é mal divida,

Não se dar valor a vida,

E ladrão só aumentando.

 

As cadeias estão cheias,

De bandidos e assaltantes!

Culpa de nossos políticos,

Que não previu isso antes...

Com a renda mal dividia,

Não houve a contra partida,

E bandidos temos aos montes.

 

Tudo é fruto das crianças,

Que não foram educadas...

Filhos de uma geração,

Que também foi desprezada!

Não foi feito a inclusão...

Dando a todos, educação,

Ficando desamparada.

 

 

//Anizio

//Recanto

Campina Grande, 25/04/2010

 

Escrito por //Anizão às 02:17:45 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Sábado


Muda governo, mas continua o Pau de Arara estudantil

Veja como os estudantes/

Ainda são conduzidos/

Em cima de pau de arara/

Coisa de tempos já idos/

Cadê as autoridades/

Que só nas calamidades/

Faz discursos enfurecidos./

 

No sertão á pouco tempo/

Tragédia aconteceu/

Foi criticado o governo/

E o povo se enfureceu/

Mas as nossas oposições/

Não toma as decisões/

E tudo se emudeceu./

 

Nosso político não vivem/

Sem esse paternalismo/

Só quando um grande acidente/

Demonstra sensacionalismo/

Na tribuna faz discurso/

Na prevenção não tem pulso/

Não luta por realismo./

 

**************************

//Anizio, 10/04/2010

 

 

Escrito por //Anizão às 09:49:40 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Quinta-feira


Governador Maranhão em Monteiro

 

**

Maranhão foi a Monteiro/

Um documento assinar/

Pra continuar as obras/

E o hospital terminar/

Trazendo outros benefícios/

Desse governo é ofício/

Essa obra inaugurar./

 

Os políticos de Monteiro/

Precisão não misturar/

As políticas se são públicas/

Saibam as diversificar/

A política partidária/

Tem hora que atrapalha/

Vamos aprender a somar./

 

Tudo bem é um direito/

Nosso pleito é acirrado/

Todos têm seus ideais/

Para ser massificado/

Mas sendo pra evoluir/

Trazendo os bens para aqui/

Vamos está de braços dados./

 

Quando chegou Maranhão/

Muita gente a esperar/

Todos estavam divididos/

Sem querer se misturar/

Veja só que exagero/

Em um povo tão ordeiro/

Divide, em vez de somar./

 

Isso é ruim pra nossos filhos/

Jovens de outras visões/

Vão comentar no futuro/

Nas rodas de discussões/

De como fomos atrasados/

Que fomos mal educados/

Nessas nossas decisões./

 

A prefeita estava lá/

Sua presença marcou/

Não foi um fato isolado/

Quem estava lá registrou/

Mas foi uma guerra fria/

Monteiro não merecia/

No seu povo este rancor./

 

 ***

//Anizio, 31/03/2010

Escrito por //Anizão às 06:52:38 AM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Sexta-feira


Praça da gente em Monteiro

                                                                                                                               

                                                                                                                                  Praça da gente em Monteiro

Foi desempenho e progresso

Quem torceu para ser ruim

Viu tudo pelo inverso

Pois a feira de saúde

Foi uma grande virtude

Do ano o maior sucesso.

 

A gerência esteve à frente

Com grande desenvoltura

Com uma reunião prévia

Pra montar as estruturas

Para ser tudo correto

Ter resultado concreto

Muita clareza, e lisura.

 

Marie mostrou talento

Estando na direção

Comandou todo evento

Todos os estandes em ação

Foram as metas positivas

Grandes as expectativas

Na sua coordenação.

 

Na praça tinha de tudo

Foi mesmo fenomenal

Exames de toda espécie

Lá você dava a geral

Fazia cabelo e barba

E se coisa estava braba

Ninguém lá passava mal.

 

Comida pra todo mundo

Desde o lanche matinal

Um almoço caprichado

Sem fila tudo informal

Não tinha burocracia

Na mais perfeita harmonia

Foi um dia especial.

Escrito por //Anizão às 03:01:24 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Praça da gente em Monteiro II

Quem tinha a vista ruim

Consulta lá foi fazer

Tendo um exame perfeito

Sem prejudicar você

Receba o óculo de graça

Como um presente da praça

Pra bem melhor você ver.

 

Na prevenção a saúde

Quem foi lá  está ciente

Todas as orientações

Houve na praça da gente

Quem foi ficou satisfeito

Exerceu o seu direito

Foi atendido decente.

 

Foi gente de todo canto

Cidade e zona rural

Prestigiar este evento

Em um dia especial

Das cidades adjacentes

O povo se fez presente

Foi um dia bem legal.

 

O gestor estadual

Patrocinou o evento

Com a gerencia regional

E seus profissionais atentos

A SES foi o carro chefe

Quando ela quer acontece

Seu pessoal tem talento.

 

Leonor com muita garra

Na gerencia esteve à frente

Quebrando todas as arestas

Esteve sempre presente

Mostrando aos pessimistas

Que sempre foi otimista

Pois esta praça é da gente.

 

Raul pelos bastidores

Nas rádios comunicou

Na divulgação da feira

Todo processo informou

Não envolvendo política

Fez tudo sem ter futrica

Por isto o povo aprovou.

 

                                                                                                                  Não poderia esquecer

De todos desta Gerencia

Todo quadro funcional

Trabalhou com eficiência

Foram todos abnegados

Na praça deram o recado

Com a maior competência.

 

Por todos os monteirenses

Ficamos agradecidos

Pela presença marcada

Nos estandes oferecidos

Nesta festa que é do povo

Esperamos que de novo

Eventos sejam trazidos.

 

/*/*/*

 

 

 

 

 

//Anízio, 09/03/2010

Escrito por //Anizão às 02:55:31 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Domingo


Soldado Ferido

 Soldado ferido

 

 

Amar... É Fácil

Esta história é sobre um soldado que finalmente estava voltando para casa, após a terrível guerra do Vietnã. . .

Ele ligou para seus pais, em São Francisco, e lhes disse:

(Filho) - Mãe, Pai, eu estou voltando para casa, mas, eu tenho um favor a lhes pedir.

(Pais) - Claro meu filho (emocionados), peça o que quiser!

(Filho) - Eu tenho um amigo que eu gostaria de trazer comigo.

(Pais) - Claro meu filho, nos adoraríamos conhecê-lo!!!!

(Filho) - Entretanto, há algo que vocês precisam saber, ele fora terrivelmente ferido na última batalha, sendo que ele pisou em uma mina e perdeu um braço e uma perna. O pior é que ele não tem nenhum lugar para onde ir e, por isso, eu quero que ele venha morar conosco.

(Pais) - Eu sinto muito em ouvir isso filho, nós talvez possamos ajudá-lo a encontrar um lugar onde ele possa morar e viver tranqüilamente! (assustados).

(Filho) - Não, mamãe e papai, eu quero que ele venha morar conosco! (emocionado e muito nervoso)

(Pais) - Filho, disse o pai, você não sabe o que está nos pedindo. Alguém com tanta dificuldade seria um grande fardo para nós.

Nós temos nossas próprias vidas e não podemos deixar que uma coisa como esta interfira em nosso modo de viver. Acho que você deveria voltar para casa e esquecer este rapaz. Ele encontrará uma maneira de viver por si mesmo (constrangidos) Neste momento, o filho bateu o telefone. Os pais não ouviram mais nenhuma palavra dele. Alguns dias depois, no entanto, ele receberam um telefonema da polícia de São Francisco. O filho deles havia morrido depois de ter caído de um prédio. A polícia acreditava em suicídio. Os pais angustiados voaram para São Francisco e foram levados para o necrotério a fim de identificar o corpo do filho. Eles o reconheceram, mas, para o seu horror, descobriram algo que desconheciam: O filho deles tinha apenas um braço e uma perna.

Os pais, nesta história são como muitos de nós. Achamos fácil amar aqueles que são bonitos ou divertidos, mas, não gostamos das pessoas que nos incomodam ou nos fazem sentir desconfortáveis.

De preferência, ficamos longe destas e de outras que não são saudáveis, bonitas ou "espertas" como "nós acreditamos que somos". Dou Graças a DEUS por nos enviar Seu Filho Jesus Cristo que não nos trata desta maneira. Alguém que nos ama com um amor incondicional, que nos acolhe dentro de uma só família. Esta noite, antes de nos recolhermos, façamos uma pequena oração para que DEUS nos dê a força que precisamos para aceitar as pessoas como elas são, e ajudar a todos, a compreender aqueles que são diferentes de nós. Há um milagre chamado AMIZADE, que mora em nosso coração. Você não sabe como ele acontece ou quando surge. Mas, você sabe que este sentimento especial aflora e você percebe que a AMIZADE é o presente mais precioso de Deus. Amigos são como jóias raras. Eles fazem você sorrir e lhe encorajam para o sucesso. Eles nos emprestam um ouvido, compartilham uma palavra de incentivo e estão sempre com o coração aberto para nós. Mostre aos seus amigos o quanto você se importa e é grato a eles.

//Anizio, 24/05/2009.

publicado no google

 

Escrito por //Anizão às 05:12:06 PM
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Nordeste, CAMPINA GRANDE, CRUZEIRO, Homem, de 46 a 55 anos, Irish

Histórico